5.2.07

Aqui - 03/02/2007




Aqui em frente à praia com pontão. O Sol já desapareceu. Ficou frio. As pessoas já estão mais agasalhadas e têm “nariz de frio”, como diz a mãezinha.

O retiro. O retiro é sempre aquele momento em que observo e também me oiço. Consigo ouvir o silêncio e isso é muito bom.

Sentidos. Tanta coisa nova. Até o barulho das pessoas parece novo. O barulho dos carros é novo. Até parece que andam mais devagar. Consigo ouvir o silêncio que está lá fora. Aquele eco que parece não terminar quando páro para ouvi-lo.
A esperança. Alimentei a esperança de te ver hoje. Não desanimo. Afinal há todo um retiro importante para viver. Se me escutares dentro de ti irás fazê-lo. Senão, por mim vou continuar a acreditar naquele princípio que me guiou até aqui: fazer sempre o melhor que se sabe e pode.
A perfeição. Seria perfeito estar contigo, mas a perfeição existe?
Não sei. Não sei mesmo. Não consigo adivinhar o que está na tua cabeça. Magoei-te porque me afastei. Afastei-me porque não quero falhar contigo. És muito importante para mim. Para a minha vida.
A chegada. Quando cheguei mais perto (aqui) senti um pouco do que me costumavas dizer, acerca da liberdade que se sente ao estar aqui. Aqui contam-se muitas histórias, qual seria a de hoje? Qual será?

De novo os sentidos. O que estarás a ver? Estarás realmente melhor da constipação? Estarás a trabalhar? A arrumar a casa? A descansar? A passear? A… jogar? Não consigo adivinhar. Mas o pensamento em mim é tão forte que não deixa sair daqui da contemplação do mar e das pessoas que por aqui passam.
Tantos! Tantas pessoas que passam nesta tarde de Sábado de Fevereiro na minha frente. A luz. Ainda há luz natural. O céu ainda está um xiquito azul, rosa, cinzento claro, escuro…
E as pessoas passeiam. Onde estás?
Crer. Vou acreditar sempre no melhor.

1 comentário:

Johnny disse...

Sim senhora!!! Surpreendeste-me, Gostei muito espero que continues, voltarei muitas vezes.
Tens de ver se metes uns links para os blogs dos teus amigos, aquela cena "Google News" não dá com nada. Beijinhos