23.8.07

Pau de Sebo

Verão, Portugal enche-se de festas e romarias. Nas Festas de Pescadores de Santa Luzia - Tavira (terra do polvo), parte da tradição ainda é o que era. No chamado "último dia da festa", decorrem os jogos tradicionais:
> tirada de fitas (em bicicleta)
> corrida de sacos
> futebol na lama (na Ria)
> regatas (masculinas e femininas!)
> largada de patos (este ano não houve)
> Pau de Sebo
> Outras.
O Pau de Sebo é o que atrai mais pessoas da terra e não só.
É hábito as pessoas irem em grupo para o meio do rio, de barco (barcos de pesca ou não), com o farnel (bebidas com muto gelo para acompanhar a ova de polvo, o camarão, o peixe seco, etc.). No meio da Ria está um barco de pesca com um mastro grande na horizontal, montado na proa com uma bandeira na ponta. O objectivo é andar/deslizar pelo pau até conseguir apanhar a bandeira.
Claro que, para animar a festa, o pau está besuntado de sebo e cada bandeira tem um valor €€ que varia em função da cor. Imaginem: sebo e água. Porque entretanto, os participantes vão caindo à Ria e o pau vai ficando molhado, escorregadio...
Normalmente, ganham sempre os mesmos. O desafio é tentar adivinhar quem vai conseguir apanhar. Os participantes tentam fazê-lo com estilo entre palmas e, às vezes, parece que estamos assistir a um belo bailado. Alguns perdem-se nas 2 palmas e... ohhhhhhh...
No final... A malta começa a tentar abandonar a Ria e a outra malta (a oposição) começa com os baldes de água fresquinhaaaaaa! Acabamos com o banhinho tomado e tudo : )
Este ano não faltaram muitas fotos!
Foto:Festa dos Pescadores - Pau de Sebo 2007:13Ago2007

3 comentários:

Anónimo disse...

As festas de Santa Luzia são verdadeiramente tradicionais, ainda que a tradição tenha tendência para findar, mas o povo é persistente e a festa continua!!! bjos

Anónimo disse...

e viva o sebo!...

grandes férias!

beijinhos

Miguel

Raquel disse...

Bom, que giro foi ler este post... assim, do nada quase, numa vaga pesquisa sobre fotos de Santa Luzia...
É verdade, festas como estas, não há (pelo menos para mim, que sou suspeita, pois vivi toda a minha infancia lá)!
Parabéns pelo blog e pela discrição do post :)