31.10.07

0.07

Este post tem a ver com agente, mas não com o conhecido "agente secreto 007".
Operação stop na 24 de Julho. Eu e muitos paradinhos ao sinal do Sr agente.
"Os seus documentos Sra Condutora?".
Tragam sempre à mão (que tiverem mais ao pé) a seguinte documentação: registo de propriedade da viatura, carta + bi, doc. revisão, carta verde (atenção: não basta o destacável no vidro da frente). E certifiquem-se de que é a última carta verde. Nesta noite o Sr agente viu 2 cartas verdes antes de ver a actual, como ele referiu e bem "à 3ª é de vez". Por sinal um agente bem disposto : ) Ainda me lembrou da próxima revisão à viatura.
"Sra condutora, ingeriu álcool nas últimas horas?", "Sim". Resultado do teste do balão: 0.07 (imperial e meia).
"Idade?" Aqui é que podem ter duvidado do resultado, porque demorei a pensar. A cabeça pensava nos 26, mas a boca acabou por admitir "28". "Pode seguir."
A este episódio acrescento o facto de: Santos estava estranho. Para além da média de idades rondar os 18 (população com poucos desvios à média), cruzei-me com pessoas mal encaradas. Estilo: "quantos são?" Atenção: não pensem que me deixei iludir pelas máscaras. Antes fosse.
O Refúgio das Freiras já não é o que era. Para além do excesso de fumo (nunca estive dentro de uma chaminé no seu auge, mas começo a achar que já tive experiências parecidas), havia pessoal a roçar o rabinho pelas paredes, com um ar e olhar pedante. E o som? Vira o disco e toca o mesmo algumas vezes num curto espaço de tempo. Agora toca esta, e depois a mesma, que é para o caso de ainda não terem ouvido bem. Ah! Ali os decibéis também se praticam ao rubro.
Claro que, a nossa companhia faz toda a diferença.
A noite das bruxas ainda que diferente, foi à mesma uma noite de festa.

3 comentários:

Amaral disse...

Tudo está bem quando acaba bem!
Um agente bem disposto e uma noite ao rubro!
Yo no creo en bruxas, pero que las hay, las hay.

Pratas disse...

A noite já não é como era, um pouco por todo o lado, está podre. E não é de agora... Ou serão as nossas idades a começar a ultrapassar o que se considera média? Não sei, os tempos são outros.

Mestre disse...

Não teres passado a noite no governo civíl já não é mau. :)

Viva a cultura do shot e da musica a metro, da faca na liga e do beber até cair.

Acho que me vou especializar num conceito de noite para a nossa geração, ainda ganho uns cobres com isto.