12.10.07

P-e-r-d-a

Parou o horário da vida.
Esfumam-se as obrigações diárias.
Revês os sorrisos que sempre te acolheram.
Despertas para
o poder do mundo mais simples.
Aceita, aproxima-te do bom que partilhaste: recebeste e deste.


PS: "Adeus, não afastes os teus olhos dos meus" - http://www.youtube.com/watch?v=_Omohy37u2I

4 comentários:

Amaral disse...

David Fonseca e os seus olhos de criança...

Porque a vida é assim mesmo,
E as obrigações do dia-a-dia
Rompem as alegrias
Da vida,
Antes que o sorriso te ilumine outra vez...

Pratas disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog, volta sempre :)

Infelizmente a perda chega a todos... é apenas uma questão de tempo... queremos sorte para encontrar um novo caminho.

_aifos_ disse...

Muito bem definida a perda, que sempre dói...

Sem Naufragar disse...

Até a perda serve para guardar.
@braços a TODOS
bem-hajam
Isa