29.4.11

gira o mundo

pensámos todos no outro dia sobre "o que move o mundo".
apareceram respostas como ambição, dinheiro, amor, sexo, inveja.
acho que foi isto.
passaram 2 dias e volto a recordar a Madonna que disse algo como "o sexo faz o mundo girar".
nem me recordo onde li isto, mas já foi há muito tempo. guardei porque era bem mais nova e fez-me pensar. guardei e aos 31 (quase 32) volto a pegar nela.
sinceramente, não é muito diferente do que penso hoje. o sexo, o amor. o amor e o sexo.
claro que a economia decide o mundo. resta saber o que move os homens e as mulheres que decidem a economia. só a ganância?
não consigo separar homem, querer e emoção. 24horas tudo separadinho?! como?

ganância tem emoção? claro.
mas o dinheiro não é apenas o poder sobre o mundo.
o dinheiro traz e faz o poder sobre pessoas.
e as pessoas exercem poder umas nas outras.
ajuda-me acreditar que mesmo assim, há sempre uma qualquer relação de emoção por trás de quase tudo.
e o "quase tudo" são roupas de religião, guerra, conflitos, pobreza e problemas graves.
todos mascarados.
não consigo dar todo esse poder à economia, porque a economia faz-se de homens e para homens. mesmo que de si para si. e o que move os homens?

move-me a admiração. e o sonho.
o dinheiro procuro-o para os sonhos. para os meus, claro. pequenos, talvez, são meus.

ajuda quem podes. resolve os teus problemas. e assim giro o mundo!

3 comentários:

Anónimo disse...

«Eles não sabem que o sonho

é uma constante da vida

tão concreta e definida

como outra coisa qualquer,

(...)

Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida,

que sempre que um homem sonha

o mundo pula e avança

como bola colorida

entre as mãos de uma criança.»

António Gedeão (1956)

figueirinha disse...

o sonho!
a criatividade!
no outro dia sonhei que tinha uma loja em Londres, que sonho bom!
acordei e sentia-me muito bem.

Anónimo disse...

Este blog está lindo!!!!
É bom lê-lo e ficar a pensar... em coisas... em pessoas... talvez de uma maneira diferente da habitual. Como tu mesma dizes pode ser "um porto de abrigo". Hoje apeteceu-me parar aqui, e ao ir-me embora levo comigo um pouco do "sonho que comanda a vida". Beijinhos da madrinha pamira