9.8.07

Imaginário dos Amorexados

Tentem deixar-se ficar, à espera da madrugada,
Escutar os pássaros cantar, anunciando a alvorada.

A visão de quem viveu, sabe que se vive e faz questão de recordar o momento a brotar.

Calmo, silêncio, único, cada amanhecer.
Consigo imaginar-me do teu lado sempre que Ele decide nascer.

Vai espreitar por cima do Tejo, estimular olhos a abrir,
Insurgir tranquilamente e sussurrar a alguém: é hora de ir dormir.

Derreados pelos movimentos, acordam todos os encantados,
Sob o olhar de um Comandante, que vive no imaginário dos amorexados.

Luz amarela e sumida dá novo cenário à baixa mar,
Obriga a uma nova partida sem promessa de regressar.

Hoje o Sol vai espreitar debaixo da ponte e provar, mesmo com nuvens a teimar,
Vale a pena acreditar:
Ele permanece mais além do que os olhos conseguem alcançar.
Foto:Primeiro Amanhecer em Maiorca:Julho2007

2 comentários:

borrowing me disse...

e falas tu de mim...
belo texto miuda
bjs e boa semana
terça já estou de partida para férias
se puderes ouve-me no sábado
bjs

Sem Naufragar disse...

Gostaria de esclarecer que "amorexados" não existe no nosso vocabulário.
Bebi-a com a Linda,
*