12.9.07

Bom senso do nosso lado

Bom senso do nosso lado
Dá jeito a quem vive
Diz o povo: quem tropeça também cai
E que vivemos e aprendemos

Se assim for, viver e aprender
A realidade não volta a ser como antes
Limamos os nosso princípios
E seguimos confiantes

Porque das contas que fazemos à vida
Pouco há que duvidar
Que as pessoas e a saúde
São os bens a estimar

E que não nos falte a humildade
Acontece-nos por vezes julgar
Mas podemos sempre ir lá tentar
De coração aberto falar

O valor de cada um
Está naquilo que sentem por nós
O nosso esforço faz sentido por isso
E, claro, dá-nos a certeza que mesmo sozinhos, nunca estamos sós
Fotos:Nunca só:2007

3 comentários:

quem tecla não chora disse...

Bom senso...é isso!Tanto que se resume nessa expressão!Obrigada pelo e-mail.bjjjj:))

Yanneck disse...

nunca estamos sós quando alguém nos visita, assim...como o vento que passa...
depois do longe, o regresso

Mestre disse...

pé ante pé, vai-se vivendo...
Um poema com valor. ;)